Para mulheres que estão á frente

CANDIDÍASE

O que é:

A candidíase é uma infecção comum nas mulheres e é causada pelo fungo do gênero Cândida (Candida albicans) .

Esse fungo está presente na flora vaginal de forma saudável, sua presença não causa patologias. A infecção acontece quando há um crescimento excessivo desse fungo no organismo.

A candidíase não é uma DST. Por afetar a região genital, muitas pessoas acreditam que é uma Doença Sexualmente Transmissível, mas não é verdade.

Alguns fatores que colaboram para a proliferação do fungo:

  • Uso frequente de antibióticos, anticoncepcionais e corticoides.
  • Diabetes.
  • Deficiência imunológica.
  • Uso de roupas apertadas e úmidas (a umidade e o calor são propícios para a proliferação de fungos).
  • Duchas vaginais em excesso.
  • Uso de absorvente por período prolongado.
  • Gravidez (mudança no pH da vagina pode favorecer a reprodução de fungos).
  • Relação sexual desprotegida com parceiro contaminado.

Referencias

Epidemiology and pathogenesis of recurrent vulvovaginal candidiasis

Jack D. Sobel, M.D.

Department of Medicine, The Medical College of Pennsylvania, Philadelphia, Pennsylvania

H. Curtis. “What is normal vaginal flora”. Genitourin Med 1997;73:3 230doi:10.1136/sti.73.3.230

Sobel, Jack D. “Epidemiology and pathogenesis of recurrent vulvovaginal candidiasis, realizado por Jack D. Sobel, do The Medical College of Pennsylvania”. American journal of obstetrics and gynecology 1985 – 152, no. 7 (1985): 924-935.

Sintomas

Os sintomas da candidíase ocorrem, normalmente, quando a imunidade do organismo está baixa.

Alguns sintomas que aparecem na maioria das pessoas:

Corrimento vaginal de cor branca, parecido com leite coalhado.

Coceira intensa e sensação de ardência na região íntima.

Dor e ardência durante o contato íntimo e relações sexuais.

Inchaço e vermelhidão na região íntima.

Tratamento

Zona íntima é mais delicada e sensível que a do resto do corpo, por isso, essa região exige produtos especialmente formulados que sejam suaves, que não irritem, que equilibrem o pH e que ajudem a prevenir e aliviar os sintomas mais comuns e os inconvenientes das infecções vaginais como o corrimento, a ardência e a coceira.

Lomecan é um creme vaginal especialmente desenvolvido para a saúde feminina, que deve ser utilizado para tratar infecções vaginais causadas por fungos. Seu principal ativo é o Clotrimazol, que inibe o crescimento e a multiplicação das células dos fungos e de algumas bactérias.

Produto

Lomecan Creme

Lomecan é um antimicótico vaginal em creme, com 2% de Clotrimazol em sua fórmula. É um medicamento indicado para o tratamento de infecções vaginais causadas por fungos. Seu uso pode ser externo e interno, e para isso traz aplicadores descartáveis. O procedimento consiste em uma aplicação noturna, durante 3 dias consecutivos.

Cada bisnaga de Lomecan contém 20 g de creme vaginal, acompanhada de 3 aplicadores descartáveis.

Após o início do tratamento, os primeiros sintomas de melhora geralmente ocorrem dentro de 3 a 5 dias. Consulte seu médico se os sintomas persistirem por mais de 7 dias.

CAMPANHA

Bula

Leia atentamente esta bula antes de iniciar o tratamento.

Veja o Bula

Todas as suas perguntas sobre o uso do
Lomecan para se sentir livre e seguro …

Tire suas dúvidas!

  • Clotrimazol 100mg ; excipientes* q.s.p. 5g *carbopol 940, álcool cetílico, cetomacrogol, clorocresol, propilenoglicol, hidróxido de sódio, álcool benzílico, glicerina, água purificada.

  • Clotrigel (clotrimazol) é indicado para vaginites ou leucorreias causadas por fungos sensíveis ao clotrimazol (mais frequentemente Candida sp). Superinfecções causadas por bactérias sensíveis ao clotrimazol. Vaginites causadas por Trichomonas vaginalis sensível ao clotrimazol – quando se tratar de tricomoníase, um tricomonicida oral deve ser prescrito adicionalmente para se certificar da erradicação. Clotrigel (clotrimazol) também está indicado nas infecções dos lábios vaginais e áreas subjacentes causadas por fungos (vulvites), assim como no acometimento da glande e prepúcio do parceiro sexual (balanite por Candida sp).

  • Clotrigel é apresentado em caixas com 1 bisnaga contendo 20 g acompanhada de 3 aplicadores descartáveis. Clotrigel apresenta-se em creme semissólido, branco e homogêneo.

  • Cada 5 gramas de creme vaginal contém: clotrimazol 100 mg. O clotrimazol é uma substância utilizada para tratar infecções da vulva e da vagina causadas por fungos, Trichomonas e certas bactérias.

  • Antes do uso, bater levemente a bisnaga em uma superfície plana com a tampa virada para cima, para que o conteúdo do produto vá para a parte mais inferior da bisnaga e não ocorra desperdício ao se retirar a tampa. Retirar a tampa e, com o verso romper o lacre da bisnaga, girando a tampa. Encaixar o aplicador no bico da bisnaga, mantendo o êmbolo na posição original. Apertar suavemente a bisnaga, do fundo para o bico, para forçar a saída do creme para o aplicador, até que ele fique travado (já calibrado para 5 gramas). Retirar o aplicador da bisnaga. A seguir, deitada de costas e com as pernas ligeiramente dobradas, introduzir o mais profundamente possível o aplicador com o creme na vagina, de maneira delicada. Para liberar a medicação, empurrar o êmbolo até sua posição original, até esvaziar completamente o seu conteúdo. Retirar o aplicador sem puxar o êmbolo para evitar retorno do creme. Jogar o aplicador fora. No final do tratamento descartar eventuais sobras.

  • Validade 36 meses a partir da data de fabricação/ lotes fabricados a partir de 31/01/2018

  • Clotrigel (clotrimazol) deve ser mantido em sua embalagem original e conservado em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C), protegido da luz e não deve ser congelado.

  • Clotrigel (clotrimazol) é contraindicado em caso de hipersensibilidade ao clotrimazol ou a qualquer outro componente da formulação. Clotrigel (clotrimazol) também é contraindicado no primeiro trimestre da gravidez. O uso em crianças menos de 12 anos deve ser feito apenas sob orientação médica.

  • Ocasionalmente podem ocorrer reações na pele da região afetada, como queimação, sensação de formigamento ou vermelhidão. Informe seu médico sobre o aparecimento de quaisquer reações desagradáveis. Se os sintomas piorarem, suspensa o uso do medicamento e comunique imediatamente seu médico.

  • Não são conhecidas interações medicamentosas ou incompatibilidades com alimentos, exames de laboratório, tabaco ou álcool.

  • O tratamento por três dias seguidos geralmente é suficiente para tratar a infecção. Geralmente ocorre melhora dos sintomas como coceira, corrimento e sensação de queimação já nos primeiros dias de tratamento. Se os sinais ou sintomas não desaparecerem completamente após o tratamento, consulte seu médico.

  • Medicamento Sem Prescrição Médica- informação contida nas bulas de unidades fabricadas a partir de 22/08/2018. Consulte sempre seu médico antes de iniciar o tratamento.

Mais perguntas

Lomecan (clotimazol). USO ADULTO. Indicações: Tratamento local de vaginite, infecção causada por fungos, geralmente do gênero Candida, localizadana área genital, cujo sintoma mais evidente é o aparecimento de corrimento.

LOMECAN É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Para mais informações sobre o produto, ligue para: 0800-773-0130 ou escreva para: sac@genommalab.com.br
| MS: 1.1013.0285.001-5 | Novembro/2019

Contato

Se você tem alguma dúvida sobre Lomecan, por favor entre em contato conosco através das opções abaixo. Nossos especialistas estão à disposição para esclarecer todas as suas dúvidas!

Lomecan é um creme vaginal especialmente desenvolvido para a saúde feminina, que deve ser utilizado para tratar infecções vaginais causadas por fungos. Seu principal ativo é o Clotrimazol, que inibe o crescimento e a multiplicação das células dos fungos e de algumas bactérias.

sac@genommalab.com.br

0800 773 0130

Endereço: Avenida das Nações Unidas, 14.261 - Vila Gertrudes - CEP: 04533-085 - São Paulo/SP